Fogo amigo

Posso estar enganado mas palpita-me que a prisão de Sócrates vai ter o efeito duma espécie de “fogo amigo”. Muitas das bojardas que lhe têm sido lançadas talvez expludam nas mãos de quem as lançou, outras, poderão atingir alguns que vivem calmamente, “desenfiados” e até agora protegidos… Nas artes da guerra, há tempo para avançar e tempo para recuar. Não perceber isso é muitas vezes fatal.

Daniel D. Dias