se decido ser bom

só um simulacro de  bondade crescerá em mim

se decido meditar

nunca encontrarei a meditação

se decido ser honesto

cultivarei a hipocrisia, nunca a honestidade

amor, verdade, virtude

são aromas preciosos

que não há forma de guardar

nem técnica de cultivo;

fluem como fresca aragem

que irrompe pela casa dentro

se a porta estiver aberta

mas se decido abrir a porta

com o propósito de aceder-lhes

nada surgirá;

por mais escancarada que fique

apenas acolherei a brisa da ilusão

Daniel D. Dias

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s