Que pena!

 
A meu ver, o grande problema das pessoas (não sei mesmo se não é o maior problema do nosso tempo) é o de persistirem na fuga à realidade, insistindo em ver o mundo, retalhado, dividido, perdendo a capacidade de associar todos os aspetos da vida, não percebendo que tudo faz parte do mesmo conjunto. Andar à procura dos “maus”, amaldiçoar a má sorte sem perceber que, pelo menos quase todos os mais crescidos, são corresponsáveis – passivos ou ativos – por tudo o que se passa, por tudo o que se sofre, nada adianta e as tragédias (evitáveis) persistirão. Sinceramente só me ocorre dizer: que pena.
 
A nossa obsessão pela “segurança”, o nosso apego à “tranquilidade” das ideias feitas, o nosso medo de ficar sozinhos, não nos deixa aprender nada com as lições da história. E repetimos os erros quando podíamos, de facto, se não ser felizes, pelo menos viver melhor.
 
Daniel D. Dias

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s